Sustentabilidade

O Rio São Francisco é uma das maiores riquezas naturais que o Brasil possui. Por isso, as obras que compõem o Projeto de Integração do Rio São Francisco são complementadas por ações ambientais e sociais que visam a conciliar o desenvolvimento econômico com o uso sustentável dos recursos naturais.

Esse conjunto de medidas para reduzir os impactos ambientais e sociais é constituído por 38 programas implementados durante a fase de construção e operação. Saiba mais sobre cada um deles:

Além desses programas, a cada R$ 1 investido na obra de integração do Rio São Francisco, mais R$ 2 são aplicados em obras estruturantes para garantir a segurança hídrica no Nordeste.

Por meio do Departamento Nacional de Obras contra as Secas (DNOCS), 21 açudes que receberão as águas do Projeto de Integração do Rio São Francisco serão revitalizados. Serão recuperados cinco açudes no Eixo Leste e 17 no Eixo Norte do projeto. Sete reservatórios estão localizados na Paraíba (Acauã, Boqueirão, Curemas, Lagoa do Arroz, Mãe d´Água, Poções e São Gonçalo); quatro no Rio Grande do Norte (Açu, Arapuá, Pau dos Ferros e Santa Cruz); sete no Ceará (Atalho, Banabuiú, Castanhão, Lima Campos, Orós, Prazeres e Quixabinha); e quatro em Pernambuco (Barra do Juá, Chapéu, Poço da Cruz e Entremontes).

Programas SOCIAIS E AMBIENTAIS

Conheça cada um dos 38 programas sociais e ambientais que estão em andamento ou já foram executados.